Olho olho

Não sei porque penso em pensar muito em você
Não sei porque também fico na frente da tv
Se quem te vê não sabe que a história não prevê
Tudo o que interfere e fere olhos de quem vê

Não racionalismo me jogo
Teu olho olho
Mergulho na profundeza
Daquela avareza
Que quer me vender meus sonhos
Pouco me importo que noto
Que já me são estranhos
Nós detalhes