Sonho que some

Eu já não sei
Tudo que pensei
Nem tentei

Porque passou
Sem a atenção chamar
Se jogou em um mar
De pensamentos que deixei
Porque neles não me encontrei

O que chega a costa
É sequestrado pela ressaca
A única coisa exposta
É o volume do nada
E o que me importa
Continua uma charada

Meus olhos tocam o horizonte
Refletem a fome
De estar distante
Desse sonho que some